Sustentabilidade no setor imobiliário: veja 3 iniciativas da D.Borcath

A sustentabilidade no setor imobiliário vem ganhando destaque nos últimos anos. Isso porque o conceito apresenta duas excelentes vantagens ao morador: a preservação do meio ambiente e a economia no fim do mês. Com cuidados que vão desde a redução de resíduos na construção até o reaproveitamento dos recursos naturais, os projetos de empreendimentos sustentáveis focam não só no respeito à natureza, mas também na melhora da qualidade de vida. 

Assim, a D.Borcath trouxe algumas iniciativas para o seu novo empreendimento. Além dos atributos já conhecidos dos nossos projetos, como ótima localização, infraestrutura completa e alto padrão construtivo, o Elysia também oferece soluções sustentáveis, o que garante mais economia para o bolso do morador e maior proteção ao meio ambiente. Vamos conferir mais detalhes? 

Reaproveitamento da água da chuva

O reaproveitamento da água da chuva, sem dúvida, é uma ferramenta muito útil ao meio ambiente, afinal, substitui o gasto de água tratada por um recurso natural abundante. Além disso, a reutilização reduz consideravelmente o consumo de água no empreendimento, o que acarreta menores custos mensais.

O Elysia, um dos empreendimentos mais recentes da D.Borcath, foi projetado para a utilização da água da chuva para finalidades nas quais não há necessidade de uso de água potável, o que significa, na prática, o reaproveitamento para fins comuns no condomínio, como lavagem de áreas externas e rega das plantas do jardim. 

Preaquecimento solar 

Além de aproveitar a água da chuva, empreendimentos sustentáveis, como o Elysia, utilizam a luz do sol para a produção de energia elétrica, que é aproveitada no aquecimento de água do condomínio. Assim, os moradores economizam energia no mês e também contribuem com o meio ambiente, utilizando uma fonte de energia sustentável. 

Horta comunitária

As hortas comunitárias são tendência nos projetos de empreendimentos, sobretudo nos que possuem uma visão sustentável, ampliando o acesso a alimentos frescos e orgânicos, o que antes era limitado apenas aos moradores de casas. Agora, existe a possibilidade de se cultivar legumes, verduras, frutas e temperos dentro do condomínio. Não é uma maravilha? 

Além do consumo de alimentos orgânicos, ou seja, livres de defensivos agrícolas, ter uma horta comunitária no empreendimento oferece outras vantagens: integração entre os vizinhos, economia nas compras do mercado e maior qualidade de vida, na medida em que se passa a consumir alimentos mais saudáveis. 

Com iniciativas simples e muito eficientes, é possível projetar um empreendimento sustentável, o que traz ao morador benefícios na qualidade de vida, na redução dos gastos mensais, na valorização do imóvel e, claro, nos cuidados com o meio ambiente. A D.Borcath está conectada com o amanhã! 

Confira mais detalhes sobre os nossos empreendimentos aqui. Acompanhe o nosso blog e fique por dentro de mais conteúdos! 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *